A ETAR de Alcanena é o principal ativo operacional do sistema de tratamento de águas residuais em Alcanena.

É a infraestrutura responsável pelo tratamento das águas residuais de grande parte do concelho e dá resposta ao setor industrial dos curtumes.

O projeto de construção da ETAR de Alcanena foi lançado entre finais da década de 70 e início da década de 80.

A ETAR ocupa uma área de 4 750 m2 e apresenta as seguintes operações e processos:

1. Elevação do efluente doméstico

O efluente doméstico entra mais à frente no processo, oriundo da rede separativa de coletores.

2. Elevação do efluente industrial

Elevação do efluente industrial com bombas e parafusos de Arquimedes.

3. Tamisadores

4. Desarenamento/desengordurador

Fase de pré-tratamento para remoção de sólidos grosseiros, areias e gorduras, com recurso a meios mecânicos.

5. Primeiro tratamento biológico

Tanques de equalização/homogeneização - Fornecimento de oxigénio às bactérias induz a redução da carga poluente para o 2° estágio do biológico.

6. Tratamento físico-químico

Processo de coagulação/floculação com recurso à adição de reagentes.

7. Decantação primária

Sedimentação dos flocos e formação de lamas que são depois encaminhadas para espessamento, seguido de desidratação.

8. Segundo tratamento biológico

Processo de lamas ativadas com nitrificação-desnitrificação em 3 linhas paralelas.

9. Decantação secundária

Sedimentação do floco biológico e condução do efluente tratado para a Ribeira do Carvalho. 

10. Tratamento de Lamas

Desidratação mecânica por filtros prensa e estabilização química para permitir a deposição em aterro sanitário. Transporte de lamas em camião para aterro.

0

A ETAR trata uma carga orgânica equivalente a 400 mil habitantes

0

A ETAR tem um consumo de energia de 510.000 kWh/mês, o equivalente a 1220 habitações. 

0

São realizados mais de 65000 controlos analíticos e medições/ao ano para verificar parâmetros na ETAR e no meio hídrico (Ribeira do Carvalho). 

0

A operação da ETAR consome cerca de 500 toneladas de reagentes por mês

As águas residuais urbanas e industriais de quase todo o concelho são conduzidas até à ETAR de Alcanena, que está dimensionada para tratar um caudal de 10.000 m3 por dia, com uma carga orgânica equivalente a 400.000 habitantes.

Os caudais domésticos representam cerca de 20% do caudal que chega à ETAR e representam cerca de 2,5% do total da carga orgânica.

Os efluentes a tratar são encaminhados para a estação de tratamento através de um sistema de drenagem separativo doméstico e de um sistema separativo industrial.

Em média, a ETAR admite um caudal de 200 000 m3/mês, compatível com o seu caudal de dimensionamento, e descarrega cerca de 170 000 m3/mês de efluente tratado na linha de água.

CRONOLOGIA

1988

 Entrada em funcionamento da ETAR, sob gestão da LUSÁGUA, S.A.

1991 a 1998

 Introdução de diversas melhorias no equipamento

2014

Obras no sistema de oxigenação, com a substituição do sistema de injeção de oxigénio líquido, por um sistema de ar com sopradores de maior eficiência.

Construção dos tanques de tratamento de efluente com sulfuretos

wb_gestaoETAR de Alcanena