Notícias

COMUNICADO ODORES NO CONCELHO DE ALCANENA

Caros Munícipes do Concelho de Alcanena

Tendo em consideração os odores sentidos no concelho de Alcanena, no momento atual, entende a AQUANENA importante, informar a população sobre a situação identificada e respetivas ações em curso, para a regularização da mesma.

Registou-se no início de julho 2020, na ETAR de Alcanena, um desequilíbrio na fase de tratamento biológico, associado a uma diminuição dos teores de oxigénio, cuja implicação se traduz na existência de odores desagradáveis na instalação e respetiva envolvente, com o impacto negativo para todos.

Neste sentido, a AQUANENA tem estado a envidar todos os esforços no diagnóstico das causas e na procura da solução definitiva, tendo já implementado um conjunto de medidas com carácter de emergência, na ETAR e ao longo de todo o Sistema de Alcanena, para a mitigação da situação atual, após acções para identificação das possíveis causas para o ocorrido. Nesse sentido diligenciou-se:

  • Inspeção de caixas de visita ao longo do coletor, para identificação de possíveis descargas indevidas
  • Colheitas de amostras em vários pontos na rede de coletores e na ETAR, por suspeita de odor verificado, tendo-se quantificado, no emissário de Monsanto, valores de HIDROCARBONETOS Totais de 380 mg/L, cuja rejeição no sistema de coletores é INTERDITA, não podendo ser rejeitada qualquer quantidade. Pelas análises verificadas há registos de chegada à ETAR e do consequente prejuízo para o funcionamento da ETAR, que tem vindo a ser enfrentado, verificando-se a existência de uma grave anomalia no funcionamento dos tanques do tratamento biológico, com a redução de oxigénio.

 

Para a sua recuperação, têm vindo a ser implementadas várias medidas, destacando-se as seguintes:

  • Gestão do tratamento para a maior retirada de carga dos tanques
  • Reforço na dosagem de oxigénio líquido para o tratamento de sulfuretos
  • Dosagem de bactérias liofilizadas para ativação
  • Reforço da monitorização de gases na vila de Alcanena
  • Contacto com unidades industriais para suspender rejeição ao fim de semana;
  • Controlo dos efluentes rejeitados
  • Controlo dos volumes rejeitados e horários
  • Reforço da fiscalização
  • Incremento da desidratação de lamas

 

Ao longo deste primeiro ano de atividade, a AQUANENA tem vindo a procurar envolver, todas as entidades relevantes e com impacto na situação, desde a indústria, entidades oficiais com responsabilidades ambientais, entidades académicas, e outras, com o intuito de, em conjunto, identificar da forma mais célere e definitiva, as medidas que permitam garantir a maior responsabilização, as melhores boas práticas ambientais e a implementação das medidas adequadas, para garantir o adequado funcionamento do Sistema de Alcanena, que tem vindo ao longo dos anos a não conseguir corresponder a parâmetros de qualidade ambiental. Continuamos a constatar infelizmente linhas de água poluídas, chaminés a contribuir para a poluição atmosférica e rejeições de efluentes indevidos na rede de colectores.

Todo o investimento e esforço diário na ETAR é posto em causa, com estes comportamentos, sendo do conhecimento de todos os  utilizadores o regulamento que se encontra em vigor, para além das boas práticas que devem estar inerentes a qualquer indústria em pleno século XXI.

Estamos conscientes de que estas ocorrências afetam em primeira instância a população do concelho, que exige e merece em primeiro lugar que estas ocorrências deixem de existir com soluções rápidas e definitivas.

Este é também o nosso principal desígnio, o qual nos encontramos totalmente empenhados em atingir, contando com a colaboração de todos.

A AQUANENA lamenta por isso, todos os incómodos causados à população e reforça o facto de continuar a realizar todas as medidas que estão ao seu alcance, para uma rápida regularização da situação.

 

Alcanena, 17 de julho de 2020

O Conselho de Administração da AQUANENA

 

Para visualizar o comunicado carregue aqui.

wb_gestaoCOMUNICADO ODORES NO CONCELHO DE ALCANENA